top of page
  • Foto do escritoradmin

ECONOMIA CIRCULAR DO PLÁSTICO

O plástico é um dos protagonistas quando o tema é economia circular, dado a sua moldabilidade, ciclo de vida útil, baixo custo e versatilidade. Entenda.



Devido suas propriedades físicas e mecânicas o plástico se popularizou rapidamente desde sua criação, principalmente no meio industrial, um material de fácil processabilidade, que permite reduzir custos e também o peso dos artigos finais, foi questão de tempo até ele substituir outros materiais nas mais variadas aplicações. Porém, desde que começamos a olhar o impacto ambiental que causamos ao planeta, o plástico se tornou um grande vilão, não pelo impacto causado na sua produção, o qual é inferior quando comparado as alternativas como, por exemplo, papéis e metais, mas sim devido ao descarte irresponsável dos resíduos e produtos pós-consumo, como o plástico é um material com longo ciclo de vida, muitas vezes quando descartado de forma incorreta esses resíduos podem poluir o meio ambiente. Tendo isso em mente, a reciclagem do plástico se tornou algo crucial para o desenvolvimento sustentável da indústria e sociedade.


Economia circular do plástico


A indústria plástica, em geral, ainda está se adequando ao cenário da economia circular, algumas empresas ainda atuam na forma da economia circular, não fazendo uso ou tendo aplicação para polímeros reciclados, mas também existem diversas empresas já a pratiquem, obviamente ainda a muito a ser feito e existe grande previsão de crescimento dessa cadeia sustentável. O foco principal dessa cadeia do plástico é reutilizar os resíduos descartados, transformando-os novamente em embalagens, peças, eletrônicos ou até mesmo matéria-prima para diversas outras finalidades, tal processo é feito hoje majoritariamente através da reciclagem mecânica que consiste resumidamente nos processos como moagem, lavagem, separação, secagem, granulação e composição.



Abaixo listamos alguns dos plásticos recicláveis e atuantes na economia circular, assim como suas eventuais aplicações:


  • 1 - Polietileno Tereftalato — PET

Muito utilizado por ser impermeável, leve, transparente e inquebrável. Esse material é um dos mais reciclados pelas empresas. Sua resina é encontrada em garrafas de refrigerante, bandejas para micro-ondas e filmes para áudio e vídeo. Já seu uso reciclado costuma ser em fibras para carpete e estofamentos, acessórios e objetos diversos e materiais da indústria têxtil, mas recentemente com as aprovações dos órgãos sanitários já podemos encontrar embalagens alimentícias compostas de plásticos PCR.


  • 2 - Polietileno de Alta Densidade — PEAD

Assim como o PET, o PEAD é inquebrável, impermeável e leve. Porém, também é resistente a baixas temperaturas, é rígido e possui resistência química. É considerado um dos melhores materiais para ser utilizado com alimentos naturais e industrializados, e também costuma ser reciclado. Embalagens para detergentes, caixas de leite de plástico e sacolas de supermercado são exemplos de onde é aplicado, enquanto embalagens de óleo para motor, tubulações e conduítes são objetos que possuem o material reciclado.


  • 3 - Policloreto de Vinila — PVC

Esse material tem como características a rigidez, transparência, impermeabilidade e resistência às temperaturas. É conhecido também como vinil sendo formado pela união do etileno com o cloro. É reciclável, mas menos usual que os anteriores. Cones de trânsito, tubos, conexões, telhas e artigos em geral para construção civil possuem este material em sua composição e após a reciclagem, ele costuma ser aplicado em todos esses mesmos produtos salvo algumas exceções por regulamentações sanitárias.


  • 4 - Polietileno de Baixa Densidade — PEBD

O PEBD é flexível, leve, transparente e impermeável. É outro tipo de material plástico reciclável. A aplicação desta resina se dá em sacos e sacolas, bolsa para soro medicinal e sacos de pão. Sua reciclagem possibilita que ele componha envelopes, filmes e tubulações para irrigação, masterbaches reciclados os quais podem ter diversas aplicações e muito mais.


  • 5 - Polipropileno — PP

Conserva o aroma, é inquebrável, transparente, brilhante, rígido e resistente às mudanças de temperatura. É reciclável e muito comum nas indústrias automobilísticas e na construção civil. Integra tubos para água quente, carcaças de baterias automotivas e canudos de plástico. Quando reciclado compõe vassouras, escovas e bandejas e mais.


  • 6 - Poliestireno — PS

O Poliestireno é transparente, leve, brilhante, rígido, inquebrável, brilhante, impermeável, capaz de isolamento térmico, possui flexibilidade, grande moldabilidade sob ação do calor e baixo custo. Exemplos: Potes para iogurte, talheres de plástico e aparelhos de barbear descartáveis. Não costuma ser reciclado, porém, quando passa por esse processo integra placas de isolamento térmico e bandejas.



Desafios e oportunidades da economia circular do plástico.

Um dos principais desafios encontrado por essa cadeia é o descarte e coleta seletiva, uma vez que grande quantidade dos plásticos pós-consumo acabam sendo descartados juntos de materiais orgânicos e indo parar em aterros, que tornam a coleta e a utilização desses plásticos mais complicada, implicando maiores custos. Em contrapartida, ao se olhar esse mercado é estimado um retorno aproximado em torno de 5,7 bilhões de reais, segundo estudos do Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana (Selurb), caso consigamos reciclar todos os resíduos plásticos gerados no Brasil (dados de 2019), além do retorno ambiental tal oportunidade pode oferecer um grande retorno socioeconômico.


Chegamos à conclusão de que a economia circular do plástico, além de um dever sustentável que devemos assumir como sociedade, pode ser um grande pilar econômico e contribuir para um desenvolvimento sustentável.


A Dry Color participa ativamente da cadeia de economia circular do plástico, desde ações como descarte seletivo e também o uso de resinas PCR como matéria-prima em determinadas linhas de produtos, como a linha de masterbatches granulados (DRYMASTER) com a resina de transporte sendo base reciclada PCR ou pós-indústria.


Conheça mais das ações de sustentabilidade da Dry Color, aqui você pode encontrar masterbatches de PE/PP/PET em base reciclada.



 

Imagens: Freepik

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page